MUAMBA

 
 

O Muamba é um sinônimo claro de pop-rock. Utiliza-se das pegadas fortes e riffs de guitarra do rock and roll aliados a elementos do reggae e ska munidos de letras que envolvem o público tornando o som de fácil aceitação popular. Atua de forma intensa em Juiz de Fora e região através de um show que é energético e contagia diferentes tipos de ouvidos. Sua história é extensa e já alcançou o grande público nacional nos anos 90 e 2000.

Apesar da longa estrada, o Muamba mantém a energia e segue em grande produtividade. No ano de 2015, com a comemoração de 20 anos de carreira, a banda planeja o lançamento álbum Singles. Este juntará os grandes sucessos da carreira com a compilação dos CD’s “Muamba” de 1998 e o “Mesmo assim eu vou” de 2004 além dos EP’s que gravaram nesses anos durante a trajetória.

 
 

Capa do novo projeto - Singles
Capa do novo projeto – Singles

 
 

Histórico

 

A banda começou quando seus dois fundadores, Eminho (vocalista) e Xerém (guitarrista), em 1995, tinham vontades mútuas de fazerem um som autoral. Os dois tocavam em bandas distintas: Eminho (vocal), Ricardo Alê (contrabaixo), Vitor Taxa (trompete) e Evanir Pinheiro (trombone) na banda Zion, enquanto Xerém (guitarra), André Lawal (teclados) e Fabio Terra”Xim” (bateria) na banda A Cura. As duas acabaram quase na mesma época, então resolveram se juntar e chegaram os novos integrantes Marcelo Mancini (percussão e ragga), Mário Lucio (sax) e fundaram um novo trabalho mantendo o nome da banda Zion. Nos três anos seguintes, esta banda alcançou grande repercussão regional, passando a ser presença constante nos maiores eventos da Zona da Mata mineira.
Com o sucesso na região e com o dinheiro dos shows, começaram a sonhar em gravar suas músicas autorais. Quando começaram a pensar onde gravariam esse cd, lembraram de um amigo, P MC (fundor do Jigaboo) que trabalhava no estúdio do Rick Bonadio em São Paulo, e começaram as negociações para iniciar as gravações no estúdio paulistano. Em 1998, após as gravações, Rick Bonadio virou diretor artístico da gravadora Virgin. Sendo assim, a banda foi convidada a assinar um contrato para três CD’s com esta gravadora multinacional. Como já existia outra banda no Rio de Janeiro com o nome de Zion, foi escolhido um novo nome MUAMBA. Com o contrato assinado, a banda transferiu-se para São Paulo, onde foi empresariada pelos produtores Fábio Gasparini e pelo próprio Rick Bonadio.

O primeiro CD “Muamba” lançado ainda em 1998 contou com: Eminho (vocal), Xerém (guitarra e vocais), Marcelo Mancini (percussão e ragga), André Lawal (teclados), Ricardo Alê (contrabaixo), Fabio Terra”Xim” (bateria), Vitor Taxa (trumpete), Evanir Pinheiro (trombone), Mário Lucio (sax), com participações de Dj Deco na faixa “Pega Leve” e P MC na faixa “Cem Lágrimas”. A direção artística ficou por conta de Rick Bonadio  que também acumulou aprodução musical com Fabio Gasparini e Muamba.

No ano de 1998, participaram pela primeira vez de uma coletânea, Malhação Radical saindo pela gravadora Som Livre, do seriado Malhação da Rede Globo com a música “Pega Leve”.

Com divergências musicais, aliados a uma dose de inexperiência com o maisntream e pressionados para produzir o segundo cd, a maioria dos integrantes optou por mudar o estilo da banda e para isso decidiram retirar Eminho. Sem o seu vocalista original, a banda não conseguiu manter-se em alta, e a gravadora rescindiu o contrato.

Uma nova chance ainda aconteceu em janeiro de 2000 com o convite para apresentarem no lançamento do Canal PSN (esportivo) em Miami, ao lado dos Gipsy Kings. Mesmo com a repercussão do show não foi o suficiente para a gravadora assinar um novo contrato, pois haviam perdido muito do estilo e da energia inicial com a saída do vocalista original.

No final do mesmo ano, a banda foi definitivamente extinta. E cada integrante seguiu um rumo fazendo novos projetos, Marcelo Mancini (Strike), Xim (Aditive e Hateen), Ricardo Alê (produzindo  CPM 22 e NX Zero).

Apesar de tudo, não restou qualquer ressentimento os integrantes do Muamba. A prova disso  é que em 2002, quando decidiu fundar uma nova banda, Eminho convidou Xerém para participar como guitarrista.
Quando produziam um novo cd, pensaram em “ressucitar” o Muamba, afinal eles eram os dois fundadores e resolveram recomeçar com novos integrantes Felipe (guitarra), Reinaldo (contrabaixo) e Coxinha (bateria).

O segundo CD, intitulado Mesmo Assim eu Vou (uma referência às dificuldades de se manter em alta no mercado fonográfico), foi lançado em 2004 pela gravadora Planet Records com apoio da Lei Murilo Mendes de Incentivo à Cultura da Prefeitura Municipal de Juiz de Fora. Este novo álbum contou com a participação especial de DJ Deco na faixa “Juanna”.

No mesmo ano, participaram de outra coletânea: Só Pauleira – gravadora Som Livre, com a música “A Casa Vai Cair”.

Entre 2007 e 2014 a banda realizou extenso trabalho de produção e gravação diversas músicas em dois EP’s e ainda participaram da coletânea Cultural Bar Volume 2 (gravadora independente), com a música inédita “Cara Comum”. Os EP’s receberam contribuições de diversos músicos e foram produzidos por Didier Fernan e Fabiano Andrade.

 
 

Confira a nova música de trabalho – Juanna (part. especial – Toaster Eddie)

 
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=1ActM7oKlmI?showinfo=0]
 
 

Discografia

 

  • 1º CD – Muamba – 1997 – Gravadora Virgin
  • 2º CD – Mesmo Assim Eu Vou – 2004 – Gravadora Planet Records e com apoio da Lei Murilo Mendes de Incentivo à Cultura da Prefeitura Municipal de Juiz de Fora/MG
  • 1º EP – Lady Laura – 2009 – Independente
  • 2º EP – Take Now – 2012 – Independente
  • Single – Ver o Sol – 2013 – Independente
  • Single – Juanna (part.: Toaster Eddie) – 2014 – Independente

 
 

Confira o primeiro sucesso nacional – Pega Leve

 
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=jKdVqHg8_rQ?showinfo=0]
 
 

Muamba

 
Eminho (vocal), Xerém (guitarra), Rodrigo Bass (contrabaixo) e  Lucas Botti (bateria)
 
 

Contato

 
32 8893-4576 / contato@bandamuambaoficial.com
 
 

Continue acompanhando o Muamba pelo Facebook, Twitter, Site Oficial, Instagram e canal do Youtube.

 
 
 
 
 

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *