Circo Motel

 
 
 

O que é Circo Motel? Circo Motel é “rock soul tropical”, segundo a definição dos próprios membros da banda para o jornal Folha de S. Paulo. Para entender que gênero é esse é preciso escutar “auê”, primeiro disco do quinteto paulistano dentro do hiato de cinco anos.

A espera valeu a pena. A personalidade única do álbum de estreia “Sobre Coiotes e Passáros” (2011) reaparece amadurecida neste novo registro. Ao talento de inclinações afrodançantes do conjunto se uniu Cris Scabello, do Bixiga 70, responsável pela gravação e produção de “auê”. Também participam do álbum Décio 7 e Maurício Fleury, ambos também do Bixiga, além de um naipe de metais liderado por Lucas Joly (trompete).

Depois da estreia em show no conceituado projeto “Plataforma” do Sesc Pompeia (São Paulo), os músicos lançam agora seu “auê” em disco de vinil.  O Circo Motel mostra seu som no melhor estilo bolachão, 180 gramas, gorducho, que estará à venda pela internet. Para a banda, “um dos princípios fundamentais da coisa toda, antes mesmo de existirem as onze canções, foi fazer um disco que fizesse sentido rodando na vitrola”.

A faixa “James Brown” abre os trabalhos com o soul. “Feijoada” – primeiro single do disco – mantém a toada caprichando na irreverência e tempero da cozinha de Felipe Seabra (baixo) e Thiago Coiote (bateria). “Coração Tropical” romanticaliza com versos reflexivos – “A revolução não se faz de fora pra dentro e sem paz…De mente aberta é que se vê as coisas como devem fazer”. “Vinhos e Cigarros” traz de volta o disco para as pistas, agora mais grave e groove.

As guitarras de Rafael Charnet e Rodrigo Machado criam um surf rock à brasileira em “Terna Bahia” e “Malícia” e encerram “Cara Normal” com maestria. “Lombeira” é uma delícia relaxante até Rafael Gregorio ousar em sua voz rasgada maracujá e deixar o som contraditoriamente intranquilo.

“Bom Camarada” faz lembrar nas teclas de Irina, cantora e tecladista da banda Garotas Suecas e que acompanha o Circo nos palcos, os momentos soul de Roberto Carlos – Rafael “Chicão” Montorfano, do projeto Quarta B, produtor de “Sobre Coiotes e Pássaros”, também atua nas teclas, em duas músicas. “Coisas Pequenas” é artesanal, pé no chão, encerrando “auê” com a ternura de um pôr do sol.

“O Rafa Charnet se manifestou em uma entrevista sobre o ‘rock soul tropical’ e eu acho que ele foi feliz demais nessa. É rock, mas é Brasil, é universal, porque é soul e orgânico. Tem um tanto de funk, mas não de uma forma escolada. A gente provavelmente nem sabe fazer funk, o que a gente chama de funk é certamente mais paulistano do que Wilson Pickett. Mas a ideia nunca foi ser a banda cover do James Brown”, diz Rafael Gregorio retomando a síntese do som deles.

Enquadrar música não é tarefa fácil e às vezes se torna inútil. Mais uma vez, para entender “auê” é preciso escutá-lo e escutá-lo é um prazer sem igual.

 
 

Galeria de fotos

 


 
 

Ouça

 
[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/playlists/214162792″ params=”color=ff5500&auto_play=true&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false” width=”100%” height=”450″ iframe=”true” /]
 
 

Assista

 

 
 

Circo Motel

 
Rock/Soul – São Paulo/SP
 
Felipe Seabra – contrabaixo / Rafael Charnet – guitarra / Rafael Gregorio – voz / Rodrigo Machado  – guitarra / Thiago Coiote – bateria
 
 

Contato

 
tavaresjuka@gmail.com /  11 99699-8808
 
 

Continue acompanhando a banda pelo Facebook, Instagram, site oficial, Twitter, canal do Youtube, Soundcloud ou compre o CD ou o vinil pelo Colex.

 
 
 
 
 

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *