Trio de ferro do Yes – Anderson, Rabin e Wakeman – se reúnem como ARW

 
 
 

Ex-membros de diferentes épocas da banda Yes, Jon Anderson, Trevor Rabin e Rick Wakeman, estão trabalhando em um álbum que resultará em uma turnê pelos Estados Unidos e outros cantos do mundo. O trio, que não se reunia desde 1991 na ocasião da turnê Union, diz que almeja “restaurar o padrão de excelência musical”.

Porém, em respeito a morte (em janeiro de 2015) do baixista fundador da banda, Chris Squire, eles não usarão o nome da mesma, utilizando-se assim da denominação Anderson, Rabin & Wakeman (ARW). O vocalista Jon Anderson informou que: “Ainda ser capaz de executar as canções com Rick e Trevor neste momento na minha vida é um tesouro além das palavras. Estou tão animado para criar novas músicas e revisitar alguns dos trabalhos clássicos que criamos há muitos anos. Vai ser uma aventura musical”. Já o tecladista Wakeman acrescenta: “Trevor e eu queríamos tocar as músicas do Yes juntos desde nosso último encontro. E para nós, não há nenhuma música do Yes que possa ser executada sem a voz de Jon. Esta ‘santíssima trindade da Yes’ é, para mim, muito mais que um sonho.”

A turnê começará em outubro deste ano e mais detalhes serão revelados no devido tempo pela banda.

 
 

O Yes

 

Mítica banda britânica de rock progressivo formada originalmente por Jon Anderson (vocal), Chris Squire (baixo), Tony Kaye (teclado), Peter Banks (guitarra) e Bill Bruford (bateria) em 1968. Passeou por diversos estilos dentro do rock e do pop acompanhando as tendências musicais das épocas atravessadas. Apesar das muitas mudanças na formação e separações ocasionais, o grupo está na ativa há 45 anos e ainda detém grande prestígio internacional.

 
 

Yessongs – o álbum mais celebrado da década de 1970

 

 
 

Jon Anderson

 

Atualmente com 71 anos, é cantor, músico multi-instrumentista, compositor e poeta britânico. Conhecido por seu trabalho como vocalista do Yes (1968-2004). Suas letras costumam retratar histórias, livros e temas místicos de escrituras orientais.Também possui uma extensa carreira solo, tendo gravado vários discos, entre eles a obra-prima “Olias Of Sunhillow”, e participou de diversos projetos com outros músicos e bandas, como o grego Vangelis, King Crimson, Milton Nascimento e o também inglês Mike Oldfield.

 
 

Trevor Rabin

 

É sul-africano e vem de uma família de músicos e participou do Yes entre os anos de 1983 e 1995. Nos anos 1970 liderou a banda Rabbit em seu país natal. Em 1978 ele saiu do país por discordar do regime do Apartheid e se lançou em carreira solo. Com a chegada de Rabin chegou ao Yes, já no ano seguinte a banda lançaria o multipremiado disco 90125, se tornando o álbum de maior sucesso da história da banda.

Depois de sair do Yes ele se tornou um conceituado compositor de trilhas sonoras, já tendo trabalhado com a colaboração dos cineastas tais como: Renny Harlin, Jon Turteltaub e Michael Bay. Ele também trabalhou com o produtor americano Jerry Bruckheimer.

 

Owner of a Lonely Hearth – do álbum 90125

 

 
 

Rick Wakeman

 

Richard Christopher Wakeman está com 67 anos é um dos maiores ícones do rock progressivo britânico. Possui formação clássica e tornou-se bastante famoso por sua virtuosidade. As dúvidas quanto ao futuro do músico erudito no mercado e grandes possibilidades no mundo do rock o fizeram optar por abandonar o conservatório onde estudava, sem se formar. Nos primeiros anos de sua carreira ele foi o pioneiro no uso de vários teclados ao mesmo tempo. É considerado o pai do rock sinfônico e um tecladista brilhante por sua agilidade e criatividade. Em sua multifacetada trajetória, utiliza pianos acústicos, elétricos e eletrônicos, além de sintetizadores Minimoog e Mellotron, órgão Hammond, clavicórdios e outros.

Wakeman tem uma carreira solo extremamente longa. Ele também tocou como músico convidado para artistas como Elton John, Brian May, Alice Cooper, Lou Reed, David Bowie, Ozzy Osbourne e Black Sabbath. Com David Bowie gravou quando ainda estudava no conservatório de música por volta de 1968-69, e proibido de tocar música pop, participava das sessões de estúdio em segredo.

Wakeman alcançou a fama em 1970 tocando com a banda The Strawbs, juntando-se ao Yes em 1971, ficando no grupo até 1979. Ele entrou e saiu da banda pelo menos quatro vezes, reflexo de um relacionamento turbulento com o grupo. Em 2002 ele voltou ao Yes pela quinta vez para breves apresentações.

 

 
 
 
 
 

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *